Public Domain
Public Domain

Brasil tem entrada de US$ 1,3 bi em junho, mas fluxo segue negativo no ano

No acumulado do ano, o fluxo cambial está negativo em US$ 9,1 bilhões, com destaque para a saída de dólares pelo canal financeiro

Fabrício de Castro, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2016 | 15h48

BRASÍLIA - Depois de registrar saídas líquidas de US$ 3,560 bilhões em junho, o fluxo cambial brasileiro ficou positivo em julho em US$ 1,297 bilhão, informou nesta quarta-feira, 3, o Banco Central. No ano até julho, o fluxo está no vermelho em US$ 9,111 bilhões. Em igual período do ano passado, o resultado estava positivo em US$ 7,165 bilhões.

No mês passado, a saída de dólares pelo canal financeiro foi de US$ 2,794 bilhões, resultado de entradas no valor de US$ 30,317 bilhões e de retiradas no total de US$ 33,111 bilhões. Esse segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No ano, essa conta está negativa em US$ 38,613 bilhões. 

Já no comércio exterior, o saldo de julho ficou positivo em US$ 4,092 bilhões, com importações de US$ 9,837 bilhões e exportações de US$ 13,929 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,114 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,949 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 7,866 bilhões em outras entradas. O saldo anual acumulado está positivo em US$ 29,502 bilhões.

Intervenção no câmbio. Após lucro de R$ 22,737 bilhões com as operações de swap cambial em junho, o Banco Central registrou prejuízo de R$ 1,777 bilhão em julho com esses leilões pelo critério caixa. Pelo conceito de competência, as perdas em julho foram de R$ 1,173 bilhão. O resultado pelo critério de competência inclui ganhos e perdas ocorridos no mês, independentemente da data de liquidação financeira. A liquidação financeira desse resultado (caixa) ocorre no dia seguinte.

O estoque de swaps cambiais do BC está na casa de US$ 51 bilhões, mas já superou os US$ 100 bilhões no passado. Com a retomada dos leilões de swap cambial reverso diariamente, esse saldo vem diminuindo.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Banco CentralDólarCâmbio

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.