Brasil tem problemas significativos, diz agência de risco

Apesar das melhoras nos indicadores econômicos, o Brasil ainda tem problemas significativos que precisam ser resolvidos para que isso se reverta numa melhor classificação de risco do País, na avaliação da diretora da agência de classificação de risco Standard & Poor´s, Helena Hessel. Ela diz que o País caminha na direção correta, com o encaminhamento de reformas, garantia da estabilidade macroeconômica e compromisso com ajuste fiscal, mas destaca que comparativamente a outras economias, ainda restam ?problemas significativos?.Ela, ao lado da também diretora Lisa Schineller, esteve hoje com o diretor de política monetária do Banco Central, Luiz Augusto Candiota e com técnicos do BC. É a terceira visita das duas ao Brasil este ano para colher informações sobre o desempenho da economia. Um desafio importante segundo Lisa, será aumentar o comércio externo e manter o ajuste no balanço de pagamentos. Isso, porém, não será um empecilho para crescimento ao longo de 2004. ?É perfeitamente possível, o Brasil crescer de 3% a 4% no ano que vem?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.