Brasil tem que ceder poder político, diz jornal dos EUA

Países em desenvolvimento, como o Brasil e a Índia, devem estar preparados para fechar um acordo na Organização Mundial do Comércio (OMC) mesmo que isso signifique a "perda de seu poder político" na questão dos subsídios agrícolas, escreve em seu editorial o jornal americano ?The New York Times?. Segundo o diário, após o desastroso encontro em Cancún, no ano passado, os membros da Organização Mundial do Comércio, que estão reunidos em Bruxelas, "parecem estar mais dispostos a dar passos significativos em direção a um acordo" para a liberalização comercial.Mas alguns fatores podem ameaçar tal entendimento. A "mais séria ameaça" ao comércio global, de acordo com o ?New York Times?, é a posição da França em contestar seu próprio negociador, Pascal Lamy, que reconhece que são necessárias mudanças nos subsídios agrícolas europeus. Quanto à proposta agrícola apresentada pelos Estados Unidos, União Européia, Índia, Austrália e Brasil, o jornal americano ?Washington Post? afirma que o texto incluiria "uma promessa significativa dos países desenvolvidos de corte de alguns subsídios agrícolas em 20%". Mas a publicação não obteve mais detalhes sobre que tipos de subsídios estariam envolvidos.Imprensa britânciaJá o jornal britânico ?The Times? comenta, em editorial, que seria "arriscado" deixar o acordo comercial para depois das eleições americanas. "A plataforma democrata endossada pelo partido nesta semana, a mais protecionista em uma década, demanda uma revisão unilateral dos Estados unidos de todos os acordos comerciais assinados e medidas severas não apenas em dumping, mas no ´aumento de importações que ameaçam os empregos americanos´", diz o diário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.