Brasil terá dois presidente de júri em 2015

O Brasil terá sua presença reforçada na edição 2015 do Cannes Lions - Festival Internacional de Criatividade. O presidente do festival, Philip Thomas, anunciou ontem que dois brasileiros ocuparão a cadeira principal de dois dos júris do evento: para Mobile (que premia campanhas relevantes em dispositivos móveis), foi escolhida Joanna Monteiro, vice-presidente de criação da FCB; e para Film Craft (que julga a qualidade técnica dos filmes em película), o indicado foi João Daniel Tikhomiroff, presidente da produtora Mixer.

O Estado de S.Paulo

11 Dezembro 2014 | 02h06

A escolha de dois brasileiros é uma evolução sobre o resultado do festival passado, no qual o Brasil não teve nenhum presidente de júri. Em 2013, o sócio e diretor de criação da AlmapBBDO, Marcello Serpa, havia sido presidente na categoria Press Lions (dedicada a campanhas para a mídia impressa).

Outro festival. Além de anunciar os dois presidentes de júri brasileiros, o presidente de Cannes Lions também informou que a categoria Innovation Lions, que promove ações com uso de tecnologia, foi transformada em um festival separado, que ocorrerá de forma concomitante ao evento principal. O Lions Innovation trará uma nova categoria: a Creative Data Lions, que terá como presidente David Sable, publicitário com 40 anos de carreira na Young & Rubicam.

"O uso eficiente da informação ilumina, esclarece e informa. Ajuda também a criar", afirmou Sable, em comunicado. "O uso de dados não se resume à tarefa de agregar números, mas sim à de entender as pessoas. Então, nós vamos julgar as peças inscritas de acordo com a correlação entre os dados coletados e sua expressão criativa. Será uma expedição rumo a um terreno inexplorado", complementou o publicitário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.