Brasil vai diversificar pauta comercial, diz Patriota em Genebra

A crise na Europa fará o Brasil buscar novos parceiros comerciais em 2012, em regiões com maior taxa de crescimento e mais dinâmica que o mercado europeu. A informação é do chanceler Antonio Patriota, que está em Genebra para reuniões na Organização Mundial do Comércio (OMC). Segundo ele, com o reconhecimento do impasse na Rodada Doha e com a recessão na Europa, o Brasil aprofundará a estratégia de diversificação da pauta comercial para blindar as vendas nacionais em épocas de queda nas economias ricas.

O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2011 | 03h05

"A participação proporcional da Europa no comércio total brasileiro vai cair", disse Patriota, reconhecendo que a UE ainda é o maior importador de produtos brasileiros. Para 2012, porém, o mercado europeu sofrerá uma contração de 0,5%, com diversos países entrando em recessão e registrando uma queda brusca no consumo. Patriota estima que o País vai bater recorde de fluxo comercial em 2011, com quase meio trilhão de dólares (importações e exportações). / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.