Brasil vai pedir um painel contra subsídios dos EUA

O Brasil decidiu ir adiante com o processo contra os subsídios agrícolas dos Estados Unidos e pedirá à Organização Mundial do Comércio (OMC) a criação de um painel (comitê de arbitragem) para julgar o caso. O País deve incluir no processo programas de apoio à produção do etanol, além de incentivos à produção de açúcar, arroz, trigo e outros setores agrícolas.A ação brasileira ocorre depois que a Rodada Doha não conseguiu estabelecer novas regras para os subsídios agrícolas. O governo americano é quem mais resiste ao corte de subsídios. A alternativa está sendo questionar as políticas desses países na OMC.Há duas semanas, o Brasil consultou os representantes americanos sobre o assunto. Mas não ficou satisfeito com as respostas. O Itamaraty questionou 74 programas de incentivo à produção, alegando que o valor dos subsídios dos EUA estava acima dos limites autorizados pela OMC.O Canadá já fez o mesmo pedido e os dois casos podem acabar se tornando um só processo. Para o Brasil, os americanos superaram o limite de subsídios de 1999 a 2002 e em 2004 e 2005. Para a Casa Branca, o cálculo brasileiro é incorreto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.