Brasileiro é o menos satisfeito com seu trabalho, diz pesquisa

Levantamento da Love Mondays mostra que as oportunidades no mercado de trabalho no Brasil são as piores na comparação com México e Argentina

O Estado de S.Paulo

05 Junho 2017 | 17h16

Um levantamento inédito da Love Mondays, comparando a satisfação no trabalho no Brasil, México e Argentina, mostra que os profissionais brasileiros são os menos satisfeitos com o seu emprego. 

A pesquisa avaliou os níveis de satisfação dos profissionais em relação a oportunidades de carreira, cultura da empresa, qualidade de vida, remuneração e benefícios e o trabalho em geral. Entre os três países, o México apresentou os melhores índices em todos os quesitos.

Os índices são medidos de 1 a 5, sendo 1 'muito insatisfeito' e 5 'muito satisfeito'. No Brasil, a maior nota foi para Satisfação geral, com 3,47. No quesito satisfação com cultura da empresa, Brasil e Argentina empataram com 3,20, enquanto o México teve nota de 3,48. Em Remuneração e Benefícios, os profissionais argentinos se mostraram os menos satisfeitos, com nota de 3,16.  

Veja quadro abaixo:

 

 

 

Criado no Brasil, em 2014, a Love Mondays - plataforma em que profissionais avaliam as empresas onde trabalham - lançou a plataforma no México e na Argentina no começo de 2017. Ao todo, são mais de 850 mil salários e avaliações de 100 mil empresas nos três países. De acordo com a empresa, o site recebe mais de 2 milhões de acessos todos os meses apenas no Brasil.

 

Mais conteúdo sobre:
Brasil México Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.