Brasileiro fecha negócio em 3 horas

AUSTIN, TEXAS - Três horas após a abertura da feira de negócios da South by Southwest, o produtor e diretor de cinema e TV Leandro HBL havia fechado dois negócios. A Nike encomendou um estudo sobre estética brasileira, de olho na Olimpíada de 2016, e a revista Victory comprou dez documentários sobre esportes, que HBL começará a realizar assim que voltar ao Brasil.

Cláudia Trevisan, enviada especial, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2014 | 02h05

Fundador da Mosquito Projects e do Bando Studio, o produtor é veterano no SXSW, que frequenta desde 2003. Seu filme Favela on Blast, co-produzido pelo DJ americano Diplo, foi lançado na edição de 2009. "É difícil fechar negócios na primeira participação. A presença constante ajuda", disse HBL, que não revelou valores.

A Mosquito integra o grupo de 12 empresas maduras que foram a Austin buscar parcerias. Donos da MJV, Ysmar e Maurício Vianna se destacam entre os empreendedores brasileiros pela idade e tempo de estrada. Fundada em 1997, a empresa transitou do TI ao desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas corporativos. "Usamos pessoas criativas para encontrar saídas para questões enfrentadas por nossos clientes", disse Maurício, de 46 anos, filho de Ysmar, de 70.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.