Brasileiro pode comprar ações nos EUA pela rede

Os investidores brasileiros já podem aplicar em ações nas bolsas americanas pela Internet e com suporte em português. Corretoras com serviços eletrônicos permitem que as operações sejam realizadas diretamente do Brasil, desde que antes seja aberta uma conta no exterior.Entre as possibilidades, os interessados contam com o serviço da americana iBolsa (www.ibolsa.com), que tem versão do site no idioma nacional. Nele, os investidores podem abrir a conta, operar, preencher formulários e boletas de negócios com a facilidade da língua.Outra alternativa é entrar em contato com a ÁgoraSenior (www.agorasenior.com.br) e ter o atendimento também em português, para que seja aberta uma conta na Charles Schwab, corretora dos Estados Unidos, pela qual serão realizadas as transações. O site para negociação, entretanto, tem apenas o espanhol como alternativa ao inglês.Há três meses, a ÁgoraSenior fechou uma parceria de representação com a instituição estrangeira. O diretor, Paulo Levy, contou que dentro de aproximadamente um mês será instalado um link ligando os dois sites. Mesmo assim, as operações continuarão sendo feitas por meio da Charles Schwab.OnlinePor qualquer um desses "home brokers", o investidor pode operar online com as bolsas de Nova York, dando as ordens de compra e venda de ações diretamente de seu computador. No caso da Charles Schwab, existe ainda a possibilidade de negociar em grande mercados europeus, desde que haja fundos no país correspondente.O serviço não é amplamente oferecido pelas corretoras nacionais, pois as instituições precisam dos registros dos órgãos reguladores locais. Por isso, por enquanto, quem quiser operar em algum país do exterior terá de entrar em contato com uma instituição nos Estados Unidos.Os aplicadores brasileiros podem abrir uma conta nos EUA seguindo as regras para não-residentes. De acordo com Levy, o processo é simples e em cerca de 48 horas após o envio dos documentos a conta está liberada. Para tanto, os interessados preenchem um formulário específico chamado W8.IsençãoCom relação à tributação americana, o diretor da iBolsa, Álvaro Luiz Catão, contou que a legislação americana isenta os ganhos de capitais de não residentes. Ele lembrou que o investidor terá de assumir os riscos da variação cambial, uma vez que as transações são todas feitas em dólares.No iBolsa, o volume mínimo para abertura de conta é de US$ 500,00. A taxa de corretagem por transação realizada é de US$ 14,95. No caso da Charles Schawb, o valor mínimo para conta é de US$ 10 mil e o valor cobrado por boleta é de US$ 29,90 até mil ações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.