finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Brasileiro poderá comprar dólares livremente

A Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) e o Banco Central (BC) estão preparando projeto que reduzirá ainda mais as negociações com dólar no mercado paralelo. O presidente da BM&F, Manoel Felix Cintra Neto, declarou que a instituição deverá divulgar o preço à vista de moedas como o dólar. A BM&F assumiu a responsabilidade de elaborar o projeto de criação e operacionalização de um sistema de compensação e garantia para o mercado interbancário de câmbio, que hoje gira cerca de US$ 5 bilhões por dia. O cidadão comum poderá então comprar dólares nas instituições financeiras até o limite de sua capacidade financeira (declarada no Imposto de Renda), com maior segurança e transparência na transação. A operação utilizará a cotação do preço à vista da BM&F, uma referência que diminuirá as variações de cotação que ocorrem nas agências bancárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.