Brasileiros na Argentina querem ouvir Lula sobre Alca

Os empresários brasileiros reunidos no Grupo Brasil esperam ouvir do presidente Luiz Inácio Lula da Silva os detalhes dos acordos que ele assinará com o presidente Néstor Kirchner, na Casa Rosada, antes de seu discurso no seminário empresarial "Integração da América do Sul: Desafios e Oportunidades?. A abertura do seminário será feita pelos ministros Antonio Palocci, de Fazenda, do Brasil, e Roberto Lavagna, de Economia, da Argentina. Tanto com relação ao discurso de Lula, quanto ao de Palocci, os empresários mantém uma alta expectativa em relação às definições sobre as estratégias do Brasil e da Argentina nas negociações da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), segundo informou à Agência Estado, o presidente do Grupo Brasil, Elói de Almeida.Diante das recentes divergências dentro do governo sobre a postura do Itamaraty nas negociações internacionais com os Estados Unidos, sobre a Alca e com a Organização Mundial de Comércio (OMC), os empresários querem ouvir do presidente Lula qual é a "real posição de Brasília e Buenos Aires na Alca", disse Almeida. Segundo ele, entre os cerca de 200 empresários que comparecerão ao seminário, a expectativa também é a de ouvir do ministro Palocci, quais são as "perspectivas e possibilidades de crescimento da Argentina e do Brasil, juntos, para exportar a terceiros mercados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.