Braskem registra lucro não auditado 2,5 vezes acima do 1º trimestre de 2016

Braskem registra lucro não auditado 2,5 vezes acima do 1º trimestre de 2016

Resultado do 1º trimestre deste ano foi de R$ 1,908 bilhão; empresa argumentou que divulga os resultados sem a revisão dos auditores com o objetivo de manter o mercado informado sobre o desempenho financeiro

Marcelle Gutierrez, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2017 | 09h45

SÃO PAULO - A Braskem reportou o balanço do primeiro trimestre de 2017 não auditado, com lucro líquido de R$ 1,908 bilhão, um valor 2,5 vezes acima do registrado no mesmo período do ano passado.

Aos acionistas da companhia, o lucro líquido atribuível foi de R$ 1,799 bilhão, uma alta de 125% ante o primeiro trimestre de 2016. Já o lucro atribuível ao acionista não controlador na Braskem Idesa foi de R$ 107 milhões, ante prejuízo de R$ 28 milhões no ano passado.

De janeiro a março de 2017, o Ebitda (Lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 3,598 bilhões, um avanço de 16% ante igual intervalo de 2016. A margem Ebitda passou de 26% para 28,6%.

A Braskem também divulga o Ebitda básico, de R$ 3,610 bilhões no primeiro trimestre de 2017, um crescimento de 17% contra o mesmo período de 2016.

Nos três primeiros meses deste ano, a receita líquida de vendas somou R$ 12,6 bilhões, alta de 6% contra o mesmo período do ano passado.

O resultado financeiro foi negativo em R$ 385 milhões, ante um valor negativo de R$ 1,485 bilhão no primeiro trimestre de 2016.

A empresa argumentou, no informe de rendimentos enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que divulga os resultados sem a revisão dos auditores com o objetivo de manter o mercado informado sobre o desempenho financeiro e operacional. "Embora siga evoluindo nas avaliações necessárias de seus processos e controles internos, conforme divulgado ao mercado por meio dos Fatos Relevantes datados de 22/02/17 e 28/03/17, a Companhia ainda não concluiu os trabalhos junto aos auditores independentes, o que a impossibilita de divulgar referidas informações devidamente revisadas", informou a Braskem, reiterando que não espera alterações relevantes nos números.

O balanço do total do ano de 2016 também não foi divulgado com a aprovação dos auditores. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.