Braskem vende ativos no polo de Camaçari por R$652 mi

A Braskem informou nesta sexta-feira ter alienado ativos relacionados à Unidade de Tratamento de Água (UTA) no polo petroquímico de Camaçari para a Odebrecht Ambiental, no valor de 652 milhões de reais.

Reuters

28 de dezembro de 2012 | 18h20

A operação foi feita por meio da venda da totalidade das ações da Distribuidora de Águas Camaçari e da participação de 54,2 por cento da Braskem na Cetrel.

Em comunicado ao mercado, a empresa petroquímica disse que a venda desses ativos está em linha com a sua "estratégia de concentrar seus investimentos no setor petroquímico".

A UTA produz água desmineralizada, clarificada e potável, além de administrar o reservatório de água de incêndio. Compete à Cetrel o tratamento e disposição final de efluentes e resíduos industriais, assim como o monitoramento ambiental do polo de Camaçari.

"O fornecimento de água industrial e o tratamento e disposição de efluentes e resíduos industriais para a Braskem estão assegurados através de contratos celebrados com a Distribuidora de Águas Camaçari e a Cetrel, respectivamente", disse a companhia em comunicado.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Sérgio Spagnuolo e Raquel Stenzel)

Tudo o que sabemos sobre:
PAPELBRASKEMVENDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.