Brastemp faz recall de máquina de lavar roupa

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, foi informado ontem pela fabricante de eletroeletrônicos Multibrás, de São Paulo, que a empresa irá realizar , a partir do dia 19 de março, um "recall" junto aos consumidores que adquiriram máquinas de lavar Brastemp. Quem comproumáquinas com capacidade entre 5 e 7 quilos de roupa, fabricadas entre maio de 1998 e setembro de 1999, segundo informou o DPDC, será chamado para trocar os painéis de comando das máquinas de auto aquecimento (BWQ22ABANA) e (BWQ24ABANA).Segundo informou ontem o Ministério da Justiça, a Multibrás informou que esses painéis apresentam a probabilidade de ocorrência de curto-circuito no dispositivo de controle. A Multibrás informou ao DPDC que "a possibilidade de ocorrência de curto-circuito é baixa". Segundo a empresa, este tipo de problema "depende da conjunção de agentes externos e internos, como a instalação elétrica inadequada, tensão de rede, picos de alta energia e componentes defeituosos." Mas a Multibrás informou que "as investigações das possíveis causas dos curtos-circuitos ainda não foram concluídas." Todo o período de recall das máquinas de lavar terá duração de 90 dias, segundo a Multibrás informou ao Ministério da Justiça, com assistência técnica da rede de serviços autorizados Brastemp em todo o País. Os consumidores que adquiriram máquinas que se encaixam no recall podem agendar visita de técnicos parasubstituição de painéis de comando pelo telefone 0800-8883131, segundo informou o DPDC ontem.Segundo a Multibrás, não haverá ônus para os consumidores.Este seria o primeiro recall no País de um componente de máquina de lavar roupas. O recall tornou-se prática comum nos países desenvolvidos, onde há preocupação com a vida das pessoas que adquirem produtos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.