carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Breves

CALOTE EM ALTACheques sem fundos batem recorde no anoInadimplência do cheque atingiu no mês passado o maior nível do ano. De cada mil cheques compensados em novembro, 21,6 deles foram devolvidos por falta de fundos, segundo a Serasa. Até agora, a maior marca do ano de calote havia sido atingida em maio, quando 21,2 cheques de cada mil foram devolvidos. A inadimplência do cheque em novembro superou em 7,5% a de outubro deste ano e em 12,5% o registrado em novembro de 2007. Efeitos da crise global, como juros em alta e crédito escasso, aliados ao maior endividamento explicam o aumento calote, segundo a Serasa.GUERRA AO PROTECIONISMOOMC quer monitorar governos de pertoA Organização Mundial do Comércio (OMC) quer monitorar ações de governos que levem a medidas protecionistas diante da crise mundial. O Brasil ainda resiste à idéia e apenas informou que está "considerando" dar o aval para que a entidade fique com essa incumbência. Já a Casa Branca aprova o monitoramento. Há um mês, os líderes do G-20 se comprometeram a não adotar medidas protecionistas para o comércio durante um ano. O FANTASMA DA SECA40% das lavouras de milho da região noroeste do Rio Grande do Sul - plantadas no fim do inverno para serem colhidas no verão - estão ameaçadas pela estiagem. Desde o início do mês, 14 municípios decretaram situação de emergência por causa da falta de chuvaDEFESA DA CONCORRÊNCIAVenda da Ipiranga é aprovada no CadeO Cade aprovou ontem o quarto e último processo referente à venda do grupo Ipiranga à Petrobrás, Ultra e Braskem. A parte da operação autorizada ontem refere-se, especificamente, à aquisição, pela Petrobrás, dos ativos de distribuição de combustíveis da Ipiranga no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Para a aprovação, a estatal se comprometeu a cumprir algumas exigências do Cade. A principal delas é para que a Petrobrás venda toda a estrutura de tanques para estocagem de combustíveis que comprou da Ipiranga no Distrito Federal, além de ceder parte dos tanques em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.IMPACTO AMBIENTALHidrelétrica mata peixes do MadeiraA empresa Madeira Energia, responsável pela construção da Hidrelétrica Santo Antônio, foi notificada ontem pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) para prestar esclarecimentos sobre a morte de 6 toneladas de peixes na sexta-feira passada no rio. Outras 5 toneladas de peixe foram resgatadas com vida, mas doados à vigilância sanitária por estarem debilitados. A empresa afirma que a brusca variação de temperatura ocorrida entre o dias 11 e 12 de dezembro ajudaram a provocar o acidente no local onde está sendo construída a ensecadeira para desviar a água do rio e construir a hidrelétrica."A realidade é que o Brasil é maior que a Petrobrás. Vamos rever a legislação, desde que se faça isso logo e desde que seja amigável ao Investidor"Francisco Gros, ex-presidente da Petrobrás, sobre o novo marco regulatório do setor de petróleo e gás

, O Estadao de S.Paulo

18 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.