coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Breves

CONTROVÉRSIAPaís fica de fora de grupo que defende etanolRepresentantes do etanol dos Estados Unidos, do Canadá e da União Europeia - 60% do fornecimento mundial - formaram ontem uma aliança com o objetivo de defender o combustível renovável, em meio a críticas ao uso de produtos agrícolas na produção de energia. O Brasil ficou de fora porque o grupo não planeja a criação de um mercado livre de etanol, segundo o presidente da União da Indústria da Cana-de-açúcar, Marcos Jank. Para ele, o grupo quer incentivar o etanol como um substituto ao petróleo, mas não quer negociar um mercado sem tarifas protecionistas nem subsídios.RETRAÇÃO FORTENa OCDE, Coreia teve a maior freadaA Coreia do Sul apresentou a contração econômica mais forte entre os países-membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) no último trimestre de 2008, informou ontem a agência Yonhap, citando dados oficiais do país. Ajustado sazonalmente, o Produto Interno Bruto (PIB) coreano recuou 5,6% no 4.º trimestre de 2008 em comparação com o intervalo anterior, a maior queda entre os 30 países da OCDE.CALOTE GIGANTEUS$ 19 bilhões é o valor da dívida que a Cemex, terceira maior fabricante de cimento do mundo, ameaça não pagar caso não consiga repactuar as condições de financiamento, segundo um comunicado enviado na terça-feira à Security Exchange Comission (SEC) americana. PUBLICIDADEKofi Annan fala no Festival de CannesO ex-secretário-geral da ONU e Prêmio Nobel da Paz, Kofi Annan, vai debater o impacto das mudanças climáticas na 56.ª edição do Festival Internacional de Publicidade de Cannes, em junho, na França. Annan falará no seminário organizado pela ACT Responsible, iniciativa sem fins lucrativos que tem o objetivo de mostrar o papel positivo da publicidade no trato das questões sociais e ambientais. Os organizadores do evento tem se esmerado na tarefa de abrir debates que mobilizam a sociedade. Já levaram o vice-presidente americano Al Gore, para falar de meio ambiente, e o empresário da comunicação Rupert Murdoch. POÇO SEM FUNDOVenda de imóveis usados cai nos EUAAs vendas de imóveis usados caíram 5,3% em janeiro nos Estados Unidos, informou a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis. A média anual de imóveis vendidos em janeiro, de 4,49 milhões, foi a menor desde julho de 1997. Cerca de 45% das vendas envolvem imóveis com problemas, incluindo de execuções de hipotecas. O preço médio dos imóveis caiu 14,8% em janeiro, para US$ 170,3 mil, em comparação ao preço médio de US$ 199,8 mil em janeiro de 2008. O nível de preço dos imóveis em janeiro é o menor desde março de 2003. O estoque de imóveis usados disponíveis para a venda caiu 2,7%.Hu Jintao, presidente da China"A situação mundial é austera e complicada. A crise ainda não se estabilizou e o crescimento da China está sob pressão de desaceleração"

, O Estadao de S.Paulo

26 de fevereiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.