Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Breves

PIRÂMIDE FINANCEIRAPF prende grupo que deu golpe de R$ 2 bi no RSA Polícia Federal desarticulou ontem uma quadrilha que operava um sistema de "pirâmide financeira" no Rio Grande do Sul. Foram presos a líder, uma mulher de 62 anos que se apresentava como consultora, e outros três integrantes do grupo, todos em Porto Alegre. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão de bens, armas e documentos em Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul e Rio Pardo. Segundo a PF, o grupo movimentou R$ 2 bilhões em cinco anos, lesando de pequenos poupadores a grandes empresários, que esperavam rendimentos acima do mercado financeiro. PETRÓLEOOpep reduz projeção para demanda globalA continuidade da deterioração econômica global levou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) a fazer novo corte na projeção para a demanda por petróleo este ano. Agora, a previsão é de queda de 1,6 milhão de barris por dia, para 84,03 milhões de barris por dia. Boa parte do declínio virá dos países ricos, membros da OCDE. Nos países em desenvolvimento, como a China, o consumo deverá continuar estável.DERROCADA20,2% foi a queda da produção industrial na zona do euro em março em relação ao mesmo mês do ano anterior. Em relação a fevereiro, o recuo foi de 2%. A queda anual foi a mais profunda desde que os registros foram iniciados em janeiro de 1990ARGENTINAFuga de capitais preocupa analistasA fuga de capitais na Argentina preocupa os analistas. No primeiro trimestre, o banco central constatou a saída de US$ 5,684 bilhões, mas, segundo projeções de consultorias, em abril essa cifra subiu para US$ 7,1 bilhões a US$ 7,6 bilhões. O volume médio de saída de capitais é calculado em cerca de US$ 1,9 bilhão por mês. Nesse ritmo, o país pode perder em torno de US$ 23,1 bilhões até o fim do ano, mais do que os US$ 21 bilhões de 2008. A saída de fundos é pior do que entre o segundo semestre de 2001 e a primeira metade de 2002, em pleno "corralito" e calote da dívida, quando o país perdeu US$ 18,703 bilhões.RÚSSIABC volta a cortar juro em meio pontoO banco central da Rússia anunciou ontem um corte das taxas de juro de referência da economia em meio ponto porcentual, com validade a partir de hoje. É o segundo corte em três semanas. O banco central informou que a taxa de refinanciamento - referência dos empréstimos interbancários - vai recuar de 12,5% para 12% ao ano. A taxa nos acordos de recompra overnight - referência nos empréstimos de curto prazo para liquidez diária - cai para 9% ao ano. Nas últimas semanas, autoridades do banco central disseram que a instituição pretendia fazer pequenos cortes no juro se houver sinais de queda na inflação. "As famílias e as pequenas empresas do nosso país precisam fazer escolhas difíceis todos os dias. É hora de Washington fazer o mesmo"John Boehner, líder do partido Republicano na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.