carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Breves

PESQUISA FOCUSMercado aumenta previsão de corte da SelicApós sete semanas sem mudanças nas previsões, o mercado financeiro se mostra mais otimista com as perspectivas de queda do juro. Em pesquisa semanal do Banco Central, analistas aumentaram a previsão de corte da Selic no decorrer de 2009 de 1 ponto porcentual para 1,25 ponto. A mudança acontece após o anúncio das novas regras para a tributação da poupança e dos fundos de investimento. Para os analistas, já na próxima reunião, em junho, a Selic deve cair 0,75 ponto, para 9,5%.Depois, pelo menos um novo corte levaria a taxa para 9%. Hoje, o juro básico está em 10,25%. BIRD OTIMISTAEconomia pode voltar a crescer ainda este anoA economia global vai retomar o crescimento no fim de 2009 ou em 2010, disse ontem o chefe do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick. Ele disse também que a Polônia está mais bem posicionada que muitos outros países para enfrentar a crise financeira global, mas acrescentou que o país não deve ser complacente. A crise pode ter um impacto de curto prazo nos investimentos estrangeiros diretos no centro e no leste europeus, disse Zoellick.RECUPERAÇÃO? 400 milhões foi o inesperado superávit da balança comercial da zona do euro em março, segundo dados não ajustados sazonalmente, após déficit revisado de ? 1 bilhão em fevereiro, informou a Eurostat. Trata-se do maior superávit desde abril do ano passado.CLASSIFICAÇÃO DE RISCOMoody?s reduz a avaliação do JapãoA Moody?s tirou o Japão da lista de países com dívida em moeda estrangeira avaliada como AAA, levando a especulações de que outras grandes economias, como os EUA, podem sofrer o mesmo movimento. Ao contrário de outros países na categoria AAA, o Japão depende do financiamento doméstico e a Moody?s combinou a redução do rating da dívida externa com elevação na nota dos bônus do governo. O movimento coloca ambos os ratings na classificação Aa2. Segundo a Moody?s, a decisão foi em grande parte técnica, mas alertou que o Japão está em pior situação que outros países da lista de melhores notas.COMÉRCIO EXTERIORArgentina investiga dumping brasileiroA Secretaria de Indústria e Comércio da Argentina abriu investigação para apurar se houve dumping na venda de tubos de ferro maleável brasileiro e chinês. Em fevereiro, a empresa Dema entrou com o pedido de investigação. Segundo a secretaria, "existem elementos que permitem supor a prática de dumping na exportação desses produtos para a Argentina". Também existem "provas que respaldam as alegações de prejuízo significativo ao setor nacional de produção de acessórios de tubos". A secretaria ordenou à Alfândega argentina que passe a exigir certificados de origem de todas as operações de importação do produto."A economia americana não está mais em queda livre. Há sinais de esperança, mas ainda não estamos salvos"Peter Orszag, diretor de Orçamento da Casa Branca

, O Estadao de S.Paulo

19 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.