BRF fecha compra de laticínio em Mato Grosso do Sul por R$ 122 milhões

A BRF - Brasil Foods anunciou ontem a compra do laticínio Heloísa, localizado na cidade de Terenos, em Mato Grosso do Sul, por R$ 122,5 milhões. O laticínio pertencia ao grupo Vencedor, fundado pelo empresário Rodolfo Nagai, ex-dono da rede atacadista Assai. O Vencedor tem outros cinco laticínios e fatura cerca de R$ 220 milhões por ano.

LILIAN CUNHA, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2011 | 03h05

Segundo a BRF, o laticínio é direcionado para a produção de queijos, e tem capacidade para processamento de 600 mil litros de leite por dia. A unidade ainda não está totalmente em funcionamento - na verdade, ainda nem foi inaugurada. As outras linhas de produtos lácteos, além do queijo, que serão produzidas no local, não estão funcionando. A construção da unidade começou em julho de 2010 e sua inauguração deve acontecer até o fim deste ano.

Depois que a fusão entre Perdigão e Sadia - que deu origem à BRF - foi aprovada pelo Cade, em julho, a empresa tem mostrado um grande apetite para crescer. Em agosto, anunciou a construção de uma fábrica de processados no Oriente Médio, nos Emirados Árabes Unidos, sua quarta unidade no exterior, com investimentos totais da ordem de US$ 120 milhões.

No mês passado, comprou, em parceria com o grupo argentino Miguens, a Avex, um dos maiores produtores e exportadores de frango da Argentina, e a Dánica, a maior companhia de margarinas do país vizinho. O desembolso total das operações foi de US$ 150 milhões, dos quais dois terços saíram da BRF.

Em setembro, a empresa também já havia comunicado que negociava a compra dos ativos de produção e abate de suínos da Doux Frangosul em Caxias do Sul (RS) - negócio ainda não concluído.

Pelo acordo fechado com o Cade, a BRF terá, porém, de se desfazer de vários ativos e marcas, que têm um valor total estimado em cerca de R$ 3 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.