www.alvinmarkbuen.com | DIV
www.alvinmarkbuen.com | DIV

BRF suspende atividades em 4 unidades por causa da greve de caminhoneiros

Devido a falta de insumos, de animais para abate e de caminhões para escoar os produtos processados, companhia parou plantas em MT, PR, PR e SC

Márcia De Chiara, O Estado de S.Paulo

23 Maio 2018 | 16h45

A BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, informou por meio de nota, assinada  por  Lorival Nogueira Luz Jr, diretor presidente global e vice-presidente, financeiro e relações com investidores que na manhã desta quarta-feira, 23, suspendeu a atividade de quatro unidades de abate de frangos e suínos.

+ Greve de caminhoneiros provoca falta de alimentos e combustível em SP e no Rio

+ AGU obtém liminares que proíbem bloqueio de rodovias por caminhoneiros em 4 Estados

As plantas ficam em Nova Marilândia (MT), Dois Vizinhos (PR), Toledo (PR) e de Campos Novos (SC). O motivo é falta de insumos e de animais para abate e de caminhões para escoar os produtos processados. A principal reivindicação dos caminhoneiros é a redução da carga tributária sobre o diesel.

Além dessas quatro, outras nove unidades terão atividades parcial ou totalmente paralisadas nesta quarta-feira, dia 23. Elas estão localizadas em Rio Verde (GO), Uberlândia (MG), Dourados (MS), Chapecó (SC), Garibaldi (RS), Marau (RS), Concordia (SC), Herval do Oeste (SC) e Francisco Beltrão (PR).

+ Aeroporto de Brasília pode ficar sem reserva de combustível até o fim da tarde

Segundo a empresa, diversos insumos utilizados na industrialização de alimentos não foram entregues ontem e hoje (22 e 23 de Maio), o que prejudicou a produção. A empresa relata também que existe falta “considerável”  de abastecimento de ração destinada aos animais alojados nos  produtores rurais integrados, que criam as aves para engorda.

Esse desabastecimento impacta cerca de 1 milhão de animais e podendo alcançar a totalidade do plantel nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.