Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Brics aprovam operação conjunta de bolsas

Decisão deve gerar investimentos globais em novos produtos em mercados que estão crescendo

Patrícia Braga, da Agência Estado,

30 de março de 2012 | 11h23

O encontro das cinco maiores economias emergentes do mundo avançou ontem nas discussões sobre a formação de uma aliança das bolsas de valores desses países, o que deve gerar investimentos globais em novos produtos em mercados que estão crescendo.

O grupo chamado de Brics - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - anunciou que começará a fazer listagens cruzadas de derivativos de índices de ações referenciais a partir de 30 de março, na BM&FBOVESPA, MICEX-RTS, Bombay Stock Exchange, Hong Kong Exchanges and Clearing Ltd. e Johanesburgo Stock Exchange .

"Os investidores globais estão cada vez mais em busca de exposição nos mercados em desenvolvimentos", e a iniciativa conjunta chamada de BRICSMART, dará aos investidores facilidade de aceso aos mercados dos Brics em operações com derivativos de índices de ações referenciais, esclareceu o comunicado. As informações são Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
BricsRússiaemergentesbolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.