Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Brinquedo com droga é recolhido

O Inmetro determinou ontem que seja feita a apreensão preventiva dos brinquedos Bindeez, importados para o Brasil pela Long Jump. ?Apesar de ainda não ter sido determinado se os brinquedos que vieram para o Brasil têm problemas, achamos melhor retirar o produto das prateleiras?, afirmou o diretor de qualidade da entidade, Alfredo Lobo. O recolhimento será feito pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) de cada Estado.O Bindeez, da empresa australiana Moose, é fabricado na China. Anteontem, a empresa iniciou um recall de cerca de 1 milhão de unidades do produto na Austrália, e ontem o processo foi iniciado nos Estados Unidos. O motivo foi a presença de uma substância semelhante ao ácido gama-hidroxibutírico (GHB) em alguns lotes - conhecido por ser utilizada como sedativo no golpe ?Boa Noite, Cinderela?.O gerente de comunicação da Moose, Peter Mahon, afirmou ontem a agências internacionais acreditar que os produtos contaminados deveriam estar concentrados na Austrália, mas que o produto era vendido em outros 40 países. No Brasil, a Long Jump iniciou uma série de testes para determinar se os lotes têm problemas. A empresa ainda não fez o cálculo de quantos brinquedos foram comercializados aqui. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.