Britânicos investigam unidades do Goldman Sachs

A Autoridade de Serviços Financeiros do Reino Unido (FSA, na sigla em inglês) disse que está investigando o possível envolvimento de unidades do Goldman Sachs no Reino Unido nas acusações de fraude feitas pela Securities and Exchange Comission (SEC, a comissão norte-americana que lida com valores mobiliários) contra o banco norte-americano. "O FSA está investigando as circunstâncias do caso e se houve implicações nas entidades do Goldman Sachs reguladas pelo Reino Unido. Se houver, tomaremos a ação apropriada. Trabalhamos com os reguladores do exterior e iremos cooperar totalmente com a investigação do SEC", afirmou em nota o FSA.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

19 de abril de 2010 | 10h15

Na sexta-feira, o Goldman Sachs foi acusado de ludibriar clientes ao vender instrumentos financeiros a partir de hipotecas subprime elaborados pela empresa de fundo de proteção (hedge) Paulson & Co, que obteve lucro de US$ 1 bilhão ao apostar contra as operações. A SEC disse que também irá investigar outras instituições, prejudicando o desempenho dos papéis de bancos nas bolsas europeias nesta segunda-feira. O Goldman Sachs rejeitou as acusações, dizendo que não têm fundamento "na lei e nos fatos". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bancosGoldman SachsReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.