British Airways e Air France anunciam fim da era Concorde

As companhias aéreas British Airways, da Grã-Bretanha, e Air France, da França, anunciaram nesta quinta-feira a suspensão definitiva dos vôos do avião supersônico Concorde. A British Airways tirará o avião de serviço no final de outubro e a Air France em 31 de maio. Segundo as duas companhias, as principais causas do cancelamento do uso do Concorde são o aumento constante dos custos para manter as aeronaves e a queda no número de reservas por causa da crise financeira mundial. A British conta com uma frota de sete aeronaves e a Air Frace tem cinco.Em uso há 27 anos, o Concorde, o único supersônico utilizado na aviação comercial, alcança a velocidade de 2.100 km/h e até hoje só teve um acidente mortal em toda a sua história. Em julho de 2000, logo após decolar do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, o Concorde pegou fogo, matando os 113 passageiros que estavam a bordo. Depois da tragédia, após 14 meses sem voar, o supersônico retornou com uma série de medidas de segurança adicionais. A primeira viagem comercial feita pelo Concorde aconteceu em 21 de janeiro de 1976. A aeronave britânica fez o trajeto entre Londres e Bahrain e o francês saiu de Paris e aterrissou no Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

10 de abril de 2003 | 04h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.