British Airways está revendo futuro do Concorde

A British Airways PLC está revendo o futuro do Concorde devido à fraca demanda por serviços com os aviões supersônicos, segundo informações da BBC. "Estamos estudando a sua retirada, porém ainda não tomamos nenhuma decisão em termos de data", disse a porta-voz da companhia. Ela afirmou que a empresa está considerando vários fatores em sua decisão, inclusive se o Concorde é financeiramente viável e acrescentou que o porcentual de assentos ocupados reflete o declínio do setor em passageiros de primeira classe e em viagens de negócios. Contudo, a British não forneceu detalhes sobre esse porcentual ou se o serviço está dando prejuízo. A empresa possui sete Concordes, mas vem utilizando apenas cinco, desde que as aeronaves voltaram a operar em novembro de 2001. A companhia gastou cerca de 30 milhões de libras esterlinas na remodelagem desses aviões, com melhores medidas de segurança e interiores luxuosos antes de eles voltarem à ativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.