Brookfield oferece saída para empreendedores que precisam vender, diz CEO

Em evento realizado pelo ‘Estadão’ e pelo Secovi-SP, Roberto Perroni destacou que a Brookfield é um investidor de longo prazo e, por isso, fica mais confortável para operar no mercado

Cynthia Decloedt e Lucas Hirata, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2016 | 11h13

SÃO PAULO - Diante da falta de crédito no mercado, a Brookfield tem oferecido uma saída para os empreendedores que precisam vender projetos, principalmente para as companhias que têm mais pressa para negociar seus ativos, afirmou o executivo-chefe (CEO) da Brookfield Properties Group Brazil, Roberto Perroni.

Diferentemente do que se pensava no mercado imobiliário, ressalta ele, não há grande número de projetos com problemas de alavancagem, o que ele considera que ajuda a fechar um bom negócio.

"Esse é um bom momento para investir no País e a companhia está confiante na perspectiva de médio e longo prazo", afirmou o executivo no Summit Imobiliário, evento organizado numa parceria entre Estadão e Secovi-SP. Perroni apontou que a Brookfield acredita que no longo prazo o câmbio e a inflação "acabam se ajustando".

O executivo ressaltou que a Brookfield é um investidor de longo prazo e, por isso, fica mais confortável para operar no mercado. Segundo ele, empreendedores que fazem investimentos pensando num horizonte de apenas dois ou três anos encontram-se em situação mais complicada. Já o caso de investimento da Brookfield ele diz ser mais longo, de cerca de sete anos por empreendimento. Ele apontou, entretanto, que poucos estrangeiros estão olhando para o Brasil com estratégia agressiva.

Tudo o que sabemos sobre:
BrookfieldEstadãoBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.