NYT
NYT

BTG vendeu R$ 900 mi em créditos e títulos de renda fixa ao Itaú BBA

Banco também negocia sua fatia acionária na consultoria Recovery, uma plataforma de gestão e recuperação de créditos

Beth Moreira e Cynthia Decloedt, O Estado de S. Paulo

18 Dezembro 2015 | 09h02

SÃO PAULO - O Banco BTG Pactual informou ao mercado que realizou recentemente cessões de créditos e títulos de renda fixa para o Itaú BBA, no montante de aproximadamente R$ 900 milhões (valor correspondente a cerca de 0,3% dos ativos do BTG Pactual).

Em resposta à questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre notícias publicadas na imprensa, o banco explicou que adquire e cede carteiras de créditos e títulos e valores mobiliários de renda fixa ou variável como parte de suas atividades e no curso normal de seus negócios, não sendo relevante para o contexto das operações do BTG Pactual.

Recovery. O BTG também confirmou que está discutindo a alienação de sua fatia acionária na Recovery do Brasil Consultoria S.A. O banco também negocia um portfólio de Non-Performing Loans. Conforme a instituição, ambos correspondem, em conjunto, a aproximadamente 0,2% dos ativos do BTG Pactual.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o banco destaca que na presente data, não pode confirmar se os potenciais interessados chegarão a um acordo em relação aos termos e condições relacionados à transação ou se os potenciais interessados celebrarem um instrumento vinculante em relação à transação, se eventuais condições precedentes a serem acordadas pelos potenciais interessados serão efetivamente verificadas, viabilizando assim a conclusão da transação.

Seguros. O banco reiterou ainda que vem sendo procurado por interessados em diversos de seus ativos e que especificamente em relação aos seus ativos no setor de seguros, esclarece que não houve a assinatura de qualquer documento representativo de uma potencial transação envolvendo suas subsidiárias que atuam nesse setor ou demais empresas investidas (Pan Seguros e Ariel Re).

A resposta é um questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre notícia publicada pelo Broadcast no último dia 15 que falava que o banco colocou sua seguradora à venda.

Mais conteúdo sobre:
Btg PactualAndré Esteves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.