Buffett descarta aposta em bônus da Europa e busca investir no Japão

Megainvestidor afirmou que as subvalorizadas empresas japonesas fazem do país um destino de investimento mais atraente

Renan Carreira, da Agência Estado,

21 de novembro de 2011 | 13h57

TÓQUIO - O megainvestidor Warren Buffett disse, em uma entrevista exclusiva à Dow Jones, que não está planejando realizar "grandes apostas" nos bônus dos governos de países europeus, embora não descarte negócios na Europa se eles se mostrarem bons investimentos. Mais cedo, o euro caiu ante o dólar após Buffett, executivo-chefe do conglomerado Berkshire Hathaway, dizer que não tinha planos de fazer qualquer investimento direto na Europa.

O bilionário afirmou durante a entrevista que o iene forte não é uma preocupação e que ele está buscando um "grande investimento" no Japão. O iene forte "é um problema para muitos fabricantes, mas o Japão está lidando com o iene forte muito bem", disse Buffett, acrescentando que ele não considera a moeda forte um "fator terrivelmente debilitante" para a economia do Japão.

Após uma visita a uma fábrica da Berkshire Hathaway na região de Tohoku, afetada por um terremoto e subsequente tsunami, Buffett disse que nem o desastre nem o maior escândalo corporativo do país nos últimos anos mudaram a visão dele sobre investir no país.

"Estou à procura de coisas em que posso colocar um bilhão de dólares ou mais", disse ele na entrevista após um tour pela fábrica. "O Japão é uma das nossas telas de radar", afirmou, acrescentando que as subvalorizadas empresas japonesas fazem do país um destino de investimento mais atraente.

"Eu gosto de preços baixos e preços baixos criam valor de investimento", disse Buffett. Ele afirmou que sua visão sobre investimentos no Japão não mudou desde antes do terremoto, mas ele não chegou a confirmar planos concretos para novos investimentos no país.

Mais tarde, em entrevista à imprensa, Buffett disse que, enquanto não tem planos para fazer qualquer investimento direto na Europa, ele vê um futuro brilhante para a economia dos Estados Unidos e continua gostando de investir no país. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
buffettbônuseuropajapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.