Bunge vai investir R$ 3,2 bi em fertilizantes no Brasil

A multinacional Bunge anunciou hoje que fará investimentos de cerca de R$ 3,2 bilhões em quatro novos projetos para aumentar a produção de fósforo, além de outros produtos utilizados na fabricação de fertilizantes no Brasil. Segundo a companhia, com esses novos projetos haverá um acréscimo de 1,2 milhão de toneladas de fósforo no mercado brasileiro, o que representa 30% da demanda atual. Parcela do montante também será aplicada na produção de itens para nutrição animal. Os investimentos serão feitos em três unidades, em Minas Gerais, e em Anitápolis, em Santa Catarina, onde a Bunge formou joint venture (associação) com a Yara Fertilizantes. Os produtos resultantes desses projetos devem começar a entrar no mercado a partir de 2010. A maior parte dos recursos, no entanto, vai para uma mina de salitre, em Patrocínio, no cerrado mineiro, que deve entrar em operação em 2011.Segundo o presidente da Bunge Fertilizantes, Mário Barbosa, com os investimentos anunciados hoje para aumentar a produção de fosfato, a empresa alcança o terceiro lugar neste segmento, atrás apenas da marroquina OCP e da Mosaic, fruto da união entre a Cargill Fertilizantes e a IMC Global. A divulgação da Bunge foi feita hoje em São Paulo, durante evento de celebração dos 70 anos da companhia no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.