Bush defende acordo de livre comércio

Na tentativa de retomar uma agenda comercial, o presidente George W. Bush solicitou aos legisladores que aprovem acordos de livre comércio com o Peru, Panamá, Colômbia e Coréia do Sul. Também pediu que se evitem tendências protecionistas. Os acordos enfrentam resistências após cinco anos seguidos de déficits comerciais dos EUA que, segundo críticos, tiveram importante papel na perda de 3 milhões de empregos no setor de manufatura desde que Bush assumio a presidência, em 2001.

O Estadao de S.Paulo

13 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.