Bush diz desconfiar de corretores de ações

O presidente dos EUA, George W. Bush, manifestou desconfiança quanto aos conselhos dados por corretores de ações a seus clientes. "Não sou um corretor de ações. Não sou um apostador em ações. Minha atitude em relação a Wall Street é que eles vão comprar você ou vender você, se for do interesse deles", disse o presidente antes de discursar sobre segurança nacional no Argonne National Laboratory."Quando eu costumava acompanhar as ações, eu estava em Midland, Texas, bastante cético quanto ao que acontecia nos pregões dessas Bolsas. Mas eu sei, eu sempre soube, que você deve comprar barato, que o preço em relação ao lucro das empresas precisava estar alinhado com o que eles consideravam um valor atraente. E eu acho que os valores estão melhorando", disse Bush. Sobre a economia, o presidente afirmou que "a plataforma para crescimento está em boa forma. A inflação está baixa, a política monetária é saudável, a política fiscal é saudável, a produtividade está crescendo e as encomendas de bens duráveis estão crescendo. Nós temos uma plataforma para o crescimento. E, quando os valores chegarem lá, vocês vão ver o mercado voltar a subir".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.