Bush e Calderón dizem que não é hora de deixar o Nafta

Os presidentes de Estados Unidos e México afirmaram hoje que não é o momento de renegociar ou abandonar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta). O acordo, que inclui o Canadá, deve é ser fortalecido, disseram os líderes.As declarações foram uma alusão a críticas dos pré-candidatos democratas à presidência dos Estados Unidos ao Nafta. Para George W. Bush e Felipe Calderón, o acordo comercial beneficiou os três países."Agora não é o momento de renegociar o Nafta ou deixá-lo", disse Bush, em uma entrevista coletiva à imprensa. Segundo o líder mexicano, houve consenso entre ele, Bush e o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, de que é o momento para "fortalecer" o acordo entre os países, em vigor desde 1994.Para Calderón, se não houvesse o acordo muitos outros mexicanos iriam para os EUA. O México calcula que anualmente 500 mil cidadãos do país sigam para o vizinho do norte.Bush afirmou que "agora é o momento de reduzir as barreiras comerciais em nível mundial". Ele também voltou a criticar o Congresso por não aprovar um tratado de livre comércio entre EUA e Colômbia. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.