Bush pede urgência no pacote de estímulo à economia

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse hoje que a contínua desaceleração imobiliária no país ameaça o crescimento e que o pacote de estímulo à economia americana é necessário o mais rápido possível. O pacote deve incluir incentivos fiscais para empresas, além de investimentos e gastos de consumo. Bush pediu por um alívio fiscal direto e rápido para os indivíduos. "O estímulo deve ser temporário e ter efeito imediatamente", afirmou.Em pronunciamento na Casa Branca, o presidente disse que o pacote de estímulo é hoje a prioridade econômica mais urgente nos EUA. Bush ainda disse que pretende tornar os cortes de impostos promovidos em 2001 e 2003 permanentes. De acordo com Bush, o pacote de estímulo deve totalizar cerca de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.