Bush pode sancionar lei imobiliária ainda nesta terça

A lei imobiliária é uma tentativa de resgatar o setor nos EUA. Projeto tem quase 700 páginas

Patrícia Fortunato, da Agência Estado,

29 de julho de 2008 | 12h33

O presidente dos EUA, George W. Bush, sancionará a nova lei imobiliária assim que recebê-la do Congresso, o que pode acontecer ainda nesta terça-feira, 29, afirmou a Casa Branca. A lei pode ser enviada a Bush no final do dia, afirmou uma porta-voz de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos EUA. De acordo com a fonte, os congressistas estão "revisando cuidadosamente" as quase 700 páginas do projeto.  Bush deixará a Casa Branca nesta tarde para um discurso sobre economia e para um evento de arrecadação de recursos em Ohio, mas pode assinar a lei à noite, quando retornar à Casa Branca. A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, alertou que qualquer atraso no envio da lei ao presidente seria uma "irresponsabilidade".  Aprovada na Câmara no meio da semana passada e pelo Senado no último sábado, a lei imobiliária é uma tentativa de resgatar o setor nos EUA. Entre outros pontos, a nova legislação dá um financiamento de emergência para as agências governamentais da área habitacional: Fannie Mae e Freddie Mac. O projeto prevê ainda a criação de um órgão regulador exclusivo para as duas agências governamentais. Do ponto de vista específico dos mutuários, a legislação prevê a criação de um fundo de até US$ 300 bilhões para ajudar quem está com dificuldades para honrar suas hipotecas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.