C-Bond fecha com cotação recorde de 95,188 centavos por dólar

O C-Bond, principal título da dívida brasileira, atingiu novos recordes durante o dia e também na cotação de fechamento em negócios realizados após o anúncio da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que reduziu a Selic, a taxa básica de juros da economia, de 19% ao ano para 17,5% ao ano.O recorde nos negócios realizados antes do fechamento ficou em 95,250 centavos por dólar. No fechamento, o papel superou o recorde de 95,00 centavos de dólar registrado ontem, sendo negociado em alta de 0,20%, na nova marca de 95,188 centavos por dólar, segundo a corretora López León. O anúncio do Copom teve o efeito de animar os negócios no mercado secundário de títulos da dívida, que, por conta disso, continuou operando depois de seu horário costumeiro de fechamento, 19h30 (horário de Brasília). Na mínima do dia, o C-Bond foi negociado em 94,750 centavos por dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.