Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cabral defende estrangeiros na concessão de aeroportos

Um dos maiores defensores da concessão de aeroportos à iniciativa privada, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), elogiou hoje a decisão da presidente Dilma Rousseff de conceder à iniciativa privada a gestão de cinco aeroportos brasileiros. Para Cabral, não há motivos para temer a participação nas concorrências de empresas estrangeiras que têm experiência no setor.

ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

28 de abril de 2011 | 19h44

Segundo o governador, desde que começou a defender a concessão privada dos aeroportos, foi procurado por empresas de vários países como Alemanha, França e Espanha. "O aeroporto de Heathrow (Londres), um dos maiores do mundo, é administrado por uma empresa espanhola. Será que os ingleses têm algum problema com isso? É uma bobagem se preocupar com isso", disse Cabral, frisando que o importante é reforçar a qualidade da administração dos terminais.

Para o governador, a concessão é a melhor saída para acelerar os investimentos nos principais terminais do País diante do crescimento da demanda e da Copa de 2014. No caso do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), no Rio, ele disse esperar mais velocidade para investimentos importantes que o terminal precisa e uma mudança substantiva na administração, tendo em vista que o Rio sediará a Olimpíada de 2016.

"Quanto mais rápida for feita a concessão ao setor privado, melhor para o País", defendeu Cabral. "Certamente não é um bom negócio só para o setor privado. É um excelente negócio para o povo brasileiro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.