Cacau sobe ao procurar novo piso de negociação

O cacau tem sido a commodity agrícola mais castigada pela crise econômica. Como a matéria-prima do chocolate é considerada produto de luxo, sua cotação caiu fortemente nas últimas semanas, para o nível mais baixo em dois meses. Entretanto, depois de já ter se valorizado na segunda-feira, o cacau futuro apresentou forte alta na terça. Analistas acreditam que ele tenha chegado a um novo piso. O contrato com vencimento em julho se valorizou 2,08% e fechou a US$ 2.361/t na bolsa ICE, de Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.