coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Cacciola pede habeas corpus ao STF

Preso em Mônaco, ex-banqueiro já foi condenado em 2000 a 13 anos de prisão

Tatiana Matos, da Agência Brasil ,

04 de outubro de 2007 | 07h30

O ex-banqueiro Salvatore Cacciola entrou com pedido de habeas corpus junto ao Supremo Tribunal Federal, na última quarta-feira, 3, para aguardar em liberdade o julgamento do recurso de apelação contra sua condenação, informa nota do STF.Cacciola foi condenado em 2000 a 13 anos de reclusão pelos crimes de peculato e gestão fraudulenta do Banco Marka, que provocaram rombo de mais de R$ 1,5 bilhão aos cofres públicos. Chegou a ficar preso, mas conseguiu habeas corpus e fugiu para a Itália. Teve prisão decretada novamente em 2005 e ficou foragido até 15 de setembro último, quando foi detido em Mônaco pela Interpol.De acordo com a nota do Supremo, a defesa do ex-banqueiro argumenta que não faz sentido ele ser considerado foragido porque estava à disposição da Justiça na Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.