ESG

Coluna Fernanda Camargo: É necessário abrir mão do retorno para fazer investimentos de impacto?

Cade aprova compra Company/Brascan e Vale/Itabrasco

O Conselho Administrativo do Desenvolvimento Econômico (Cade) aprovou hoje, sem restrições, a compra da Company - empresa de incorporação e construção civil com sede em São Paulo - pela Brascan Residential, que pertence ao grupo canadense Brascan.O Cade aprovou também, sem restrições, o arrendamento de uma usina de pelotização da Itabrasco pela Vale. A usina fica no Complexo de Tubarão, em Vitória (ES).A Brascan Residential adquiriu todas as ações da Company e, em contrapartida, os antigos acionistas desta passam a deter 15% do capital da compradora. A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) e a Secretaria de Direito Econômico (SDE) entenderam que a operação "não é capaz de provocar danos ao ambiente concorrencial brasileiro". Por isso, as duas secretarias recomendaram ao relator do processo no Cade, conselheiro Paulo Furquim, a aprovação do negócio sem restrições.A Companhia Ítalo-Brasileira de Pelotização (Itabrasco) já integra o grupo Vale. Atua no segmento de produção e comercialização de pelotas de minério de ferro. A Vale detém 50,9% do capital social da Itabrasco, e os restantes 49,1% pertencem a empresa Ilva International S.A. A operação foi apresentada aos órgãos brasileiros de defesa da concorrência em 21 de outubro de 2008, e a Seae recomendou a aprovação sem restrições.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

21 de janeiro de 2009 | 11h54

Tudo o que sabemos sobre:
CadeBrascanVale

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.