Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Cade aprova compra da Ripasa

A Votorantim Celulose Papel (VCP) e a Suzano Papel e Celulose, que adquiriram a Ripasa, terão de vender a marca de papel Ripax. Essa foi uma das restrições impostas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), embora tenha aprovado o negócio, para tentar manter as condições de competição nesse mercado. A operação foi julgada pelo sistema brasileiro de defesa da concorrência após dois anos e meio de seu anúncio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.