coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Cade aprova compra do Sendas pelo Pão de Açúcar

Conselho impôs apenas uma restrição para o negócio: a venda de loja em Cabo Frio para terceiro comprador

Isabel Sobral, da Agência Estado,

24 de outubro de 2007 | 14h22

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, 24, com restrições, a aquisição das lojas do Grupo Sendas pela Companhia Brasileira de Distribuição (CBD), controladora do supermercado Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. A restrição imposta pelo Cade é a venda para um terceiro competidor de uma loja existente no município de Cabo Frio, onde os conselheiros consideraram muito alto o grau de concentração resultante da fusão. A venda das lojas Sendas para o Pão de Açúcar ocorreu em dezembro de 2003 e, em 2004, as empresas assinaram com o Cade um acordo se comprometendo a não alienar lojas ou demitir funcionários até que fosse julgada a operação pelo plenário. No início do ano, o Conselho aprovou o negócio no Estado de São Paulo. A parte do Rio de Janeiro ainda passou por nova avaliação por haver desentendimento sobre o grau de concentração. Adiamento O Cade adiou nesta quarta, mais uma vez, o julgamento da fusão das lojas de vendas online Americanas.com e Submarino. Segundo o conselheiro relator do processo, Luiz Prado, o julgamento foi adiado por um pedido das empresas que alegaram ter ainda alguns detalhes da fusão para resolver. A compra da Submarino pela Americanas.com resultou na criação da B2W e foi anunciada em dezembro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
CadePão de AçúcarSendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.