Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Cade aprova consórcio de transmissão do Madeira

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou hoje a constituição do consórcio Interligação Elétrica do Madeira (IEMadeira) - formado pelas empresas Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP), Furnas Centrais Elétricas e Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). O consórcio venceu no final do ano passado o leilão de concessão da exploração de duas linhas de transmissão da energia das usinas do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, em Rondônia.

ISABEL SOBRAL, Agencia Estado

13 de maio de 2009 | 17h25

A empresa assinou os contratos com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em março deste ano. As concessões, com prazo de 30 anos, se referem à construção, operação e manutenção de instalações para interligação do Complexo do Rio Madeira - que será formado pelas usinas de Santo Antônio e Jirau - ao Sistema Interligado Nacional, o qual conta atualmente com 87.568 quilômetros de linhas de transmissão em operação.

De acordo com as informações repassadas pelas empresas e pela Aneel ao Cade, os dois trechos que o IEMadeira construirá ligarão a subestação coletora de energia localizada em Porto Velho (RO) à subestação Araraquara (SP) e a estação Retificadora (RO) à estação Inversora (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
energiaMadeiraCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.