Tasso Marcelo
Tasso Marcelo

Cade aprova venda de unidade fabril da Brasil Kirin para a Ambev

Operação consiste na aquisição, pela Ambev, da planta industrial de produção e envase de bebidas alcoólicas e não alcoólicas da Brasil Kirin

Luci Ribeiro, O Estado de S.Paulo

01 Julho 2016 | 10h20

BRASÍLIA - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições ato de concentração entre Ambev e Brasil Kirin, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU).   

A operação aprovada consiste na aquisição, pela Ambev, da planta industrial de produção e envase de bebidas alcoólicas e não alcoólicas da Brasil Kirin localizada em Cachoeiras de Macacu, no Estado do Rio de Janeiro. Segundo nota técnica do Cade, a operação será formalizada pela aquisição de 100% do capital social de emissão de sociedade subsidiária a ser indicada pela Brasil Kirin, detentora dos ativos e passivos dessa planta.

"A operação se insere no contexto de uma revisão de dimensionamento de capacidade produtiva por parte da Brasil Kirin, de um lado, e busca por expansão, otimização e alocação de capacidade produtiva da Ambev nos mercados de cerveja, refrigerantes e bebidas não alcoólicas não carbonatadas, de outro", justificam as duas empresas ao Cade. "Especificamente no caso da Ambev, a busca por expansão de sua capacidade produtiva tem por objetivo atender a projeção de demanda nos próximos anos", acrescentam. 

As empresas ainda explicam que negócio refere-se a transferência de capacidade produtiva, ou seja uma única unidade fabril, sem alienação de outros ativos como marca e estrutura de distribuição. "A alienante Brasil Kirin continuará a atuar na região com o remanejamento da sua capacidade produtiva e distribuição a partir de outras plantas industriais de sua propriedade". 

Mais conteúdo sobre:
Aquisição de Empresas Ambev

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.