Cade arquiva processo contra TAM e Transbrasil

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou, por unanimidade, um processo contra as empresas TAM e a extinta Transbrasil, que investigava possível cartelização no setor. A investigação foi iniciada pela Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), em 2000, quando as duas companhias haviam fechado acordos prevendo compartilhamento de aeronaves e de frotas equipadas. A Seae apontou que os acordos tinham indícios de divisão de mercado, entre as empresas, e suspensão de rotas, que indicava redução da concorrência. O Cade, no entanto, julgou que naquele mesmo ano, como não houve a renovação dos acordos, o objeto em julgamento foi extinto. A TAM, na época, se defendeu da acusação argumentando que a retirada das rotas deveu-se não a um acordo com a concorrente, mas devido a problemas financeiros que a Transbrasil já atravessava no momento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.