Tasso Marcelo | Estadão
Tasso Marcelo | Estadão

Cade deve aprovar acordo de siderúrgicas

Anunciado há um ano, compra da Votorantim Siderurgia pela ArcelorMittal une a segunda e terceira colocadas do setor no País

Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

06 Fevereiro 2018 | 21h47

 BRASÍLIA - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deverá aprovar na sessão desta quarta-feira, 7, a compra da Votorantim Siderurgia pela ArcelorMittal com “duras restrições”, segundo apurou o Estadão/Broadcast. A tendência é que a maioria dos conselheiros acompanhem o voto favorável da relatora, Polyanna Vilanova.

Anunciado há um ano, o negócio une a segunda e terceira colocadas do setor de siderurgia no País, atrás da líder Gerdau. O desenho dos “remédios” foi feito de forma que o negócio continuasse atrativo para a ArcelorMittal, uma vez que serão exigidas vendas de plantas e ativos. Procuradas, as empresas informaram que seguem colaborando com o Cade e aguardam a aprovação do negócio.

O acordo prevê a venda de ativos em pelo menos nove mercados, incluindo treliça e fio máquina, usados na construção civil e indústria, segundo fontes. Esses dois setores haviam ficado de fora da primeira proposta de acordo, apresentada pelas empresas à conselheira em 2017. A proposta havia sido rejeitada pelo Departamento de Estudos Econômicos do Cade, que a considerou insuficiente.

No acordo que será levado a plenário pela conselheira também serão previstos vendas nos mercados de verga

Mais conteúdo sobre:
Arcelormittal siderurgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.