finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Cade inicia julgamento da venda da Ripasa

Prevendo a demora da sessão, presidente do Conselho marca continuação do julgamento para esta quinta

Isabel Sobral, da Agência Estado,

08 de agosto de 2007 | 16h37

O julgamento da venda da fábrica de papel Ripasa para as concorrentes Suzano Papel e Celulose e Votorantim Celulose e Papel começou por volta das 15 horas desta quarta-feira, 8, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).   Prevendo a demora do julgamento, por se tratar de um caso considerado complexo, a presidente do Cade, Elizabeth Farina marcou para esta quinta, às 9 horas, a continuação da sessão, caso toda a pauta não seja votada até as 19h30 desta quarta.   A venda da Ripasa ocorreu em novembro de 2004 quando a VCP e a Suzano compraram em parceria 50% das ações, cada uma. A Secretaria de Acompanhamento Econômico (SEAE) e a Secretaria de Direito Econômico (SDE) recomendaram ao Cade a aprovação do negócio, mas com a imposição de restrições, entre elas a sugestão de que seja reduzida a zero a alíquota do Imposto de Importação sobre papel para imprimir e escrever (cut size).

Tudo o que sabemos sobre:
RipasaCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.