Cade: relator vota contra compra da Garoto pela Nestlé

O conselheiro relator do processo que analisa a compra da Garoto pela Nestlé no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Thompson Almeida Andrade, votou hoje pela desconstituição da operação de compra. Segundo o voto do relator, a Nestlé terá de vender os ativos a terceiros, que não tenham 20% do mercado adquiridos em 2002. O voto do relator pode ser confirmado ou não pelo plenário do Cade, onde está ocorrendo o julgamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.