Cadeia de alimentos impacta inflação em dezembro

A cadeia de alimentos puxou a inflação em dezembro. O Índice Geral de Preços - 10 avançou 0,63% neste mês, após queda de 0,28% em novembro. Esse foi o primeiro índice divulgado pela Fundação Getúlio Vargas em dezembro e apontou para uma inflação acima da expectativa do mercado, que já não contava com a pressão dos produtos agrícolas com tanta intensidade e esperava taxa entre 0,41% e 0,60%. No ano, o IGP-10 acumula alta de 7,42%.

O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2012 | 02h05

Em dezembro, a inflação está sendo pautada pela cadeia de alimentos, que respondeu por cerca de 75% da inflação no atacado, de 0,66%. Alguns produtos que apresentaram retração de preços em novembro já começaram a avançar ou registraram recuo menor neste mês, revelou a pesquisa.

Este é o caso do milho (de 1,72% para 6,95%), em razão da safra ruim nos Estados Unidos e o consequente aumento da exportação do produto brasileiro; da soja (de -5,94% para -1,94%), que refletiu as expectativas com a safra que está por vir; e do minério de ferro (de -4,96% para 0,13%), favorecido pela retomada do mercado internacional. / FERNANDA NUNES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.