CAE adia votação de limite para empréstimos da União

Ficou para a próxima semana a votação do projeto que define que a União não pode contrair em um ano empréstimos externos e internos que superem 60% da receita corrente líquida da União. O projeto é relatado pelo senador Cesar Borges, que se atrasou para a reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, levando o presidente da comissão, Aloizio Mercadante, a colocar outros itens da pauta na frente dessa matéria, que seria a primeira a ser examinada.Embora Cesar Borges já tivesse chegado à comissão, Mercadante encerrou o expediente da CAE após a sabatina de um dos indicados para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Fernando de Magalhães Furlan. Dessa forma, o projeto será examinado na próxima semana. Na semana passada, o CAE aprovou outro projeto, que limita o estoque de endividamento da União em 3,5 vezes a receita corrente líquida anual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.