CAE aprova recondução de conselheiros do Cade

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou hoje, por unanimidade, as indicações do conselheiro Paulo Furquim e do procurador-geral, Arthur Badin, para um novo mandato de dois anos no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).Furquim é economista e terá o seu primeiro mandato encerrado em janeiro de 2008. O advogado Arthur Badin já teve seu primeiro mandato encerrado no dia 30 de novembro. Até a primeira semana de janeiro, no entanto, o conselho responsável pelo julgamento de fusões e aquisições, além de condutas anticompetitivas, das empresas estará em recesso. A primeira sessão de julgamentos de 2008 está marcada para o dia 16 de janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.